Entrave Sonoro

PlayPlay

clique para ouvirclique para baixar o programa

Opa, aqui quem escreve é o Bruno (também conhecido como Bruninho, Cokk e Cokkhammer) e, a convite do Chacal, eu vou transitar um pouco entre gêneros musicais que eu mais gosto.

Pois bem, logo de cara vai um Fleshpress, banda fodida que mistura um clima meio black com stoner, doom e sludge. A banda é do Mikko Aspa, cara que tem trocentas bandas e de vários estilos na Finlândia, e fora dela também; dentre elas: Clandestine Blaze, Deathspell Omega, Stabat Mater, etc.

FLESHPRESS – Trust No One-Coming Home

Agora, como não poderia faltar, um som bem metal-punk do Impaled Nazarene: Soul Rape. Este som é do disco Ugra-Karma – o melhor, na minha opinião – e é repleto de levadas hardcore/grind. Insanidade e perversão, aaaarght!

IMPALED NAZARENE – SOUL RAPE

Chega de coisa profana, é hora de exercitar o sentimentalismo, HAHAHA. Escolhi o som A Cruel Taste of Winter, do My Dying Bride. Eu sei que o Chacal vai gostar disso, ou não.

MY DYING BRIDE – A CRUEL TASTE OF WINTER

Epa, acabou o amor e agora vem o ódio, uiuiui, hahaha. Wolfbrigade na lata. Esta música, This life, é do disco que eu mais tô ouvindo ultimamente: Progression Regression. Um arregaço da porra, agressivo e com partes mais trampadas, muito bom mesmo.

WOLFBRIGADE – THIS LIFE

Tá na hora de mostrar a metaleiragem, hahaha. Como diria uma banda que eu não me lembro o nome, “UP THE METAL PUNX”; isso ae, agora vai rolar um METALUCIFER; atentem, fãs de Iron Maiden antigo!

METALUCIFER – Flight of Iron Pegasus

Chega de heavy metal, tá na hora de brutalidade e peso. Vai tocar um som da minha banda de death metal favorita, na verdade é a melhor mesmo e foda-se: Bolt Thrower
Este som, Remembrance, é do …For Victory, o mais rápido e agitado dos caras, contrastando com os outros discos, bem mais cadenciados. Bora lá.

BOLT THROWER – Remembrance

O nome do próximo som a tocar é RITUAL, ou seja, só pelo nome dá pra ter uma idéia do estilo. Blasphemy, claro. Black/death metal clássico que não pode faltar na estante de ninguém que goste do gênero criado pelo Sarcófago.

BLASPHEMY – RITUAL

Agora uma rapidinha, só pra desbaratinar do metal, mas é bem rapidinha mesmo, hahaha. Jellyroll Rockheads! Yeah, os japoneses sabem fazer barulho como ninguém. Aos amantes do hardcore frenético, aí vai.

JELLYROLL ROCKHEADS – SONG FOR SPEEDCORE LOVERS

Tava na hora de aparecer um grindcore, né? Também acho, por isso mesmo vai rolar um Phobia, fodida banda de grindcore dos EUA. Às vezes ela me lembra o Napalm Death. De qualquer modo, o som que vai tocar é do Means of Existence, pesado e desgraçado.

PHOBIA – STINK HEAD

Pra dar um relax, agora vai rolar um Reverend Bizarre, do seu último disco, II Crush the Insects. Fãs de doom tradicional e véio, cadê vocês?

REVEREND BIZARRE – DOOM OVER THE WORLD

Êra punx! Sem maiores considerações, agora vai rolar um CLÁSSICO do punk, se você não gosta reveja seus conceitos.

GBH – DIPLOMATIC IMMUNITY

Por fim, agora o cantor mais sensacional dos últimos tempos. Vocês vão ouvir e ficarão curiosos.

??? – Menina Te Amo Tanto

One thought on “Entrave Sonoro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *