PROGRAMAS

REVERBE NETLABELS

A criação do programa reverbe netlabels em 2007 pela dAdA RAdio em parceria com a Radio Escuta do CCJ-SP teve por iniciativa expressar uma enorme profusão de iniciativas por diferentes grupos ou indivíduos na produção e distribuição de músicas sob licenças compartilhadas livremente, o chamado copyleft, uma adaptação destas licenças que foram criadas para o desenvolvimento de softwares livres, agora em um formato voltado às produções intelectuais e artísticas. A pesquisa parte de um levantamento das chamadas Netlabels, ou selos de música livre, que vem absorvendo o conceito de commons ou de compartilhamento conhecimento.

Realizamos um processo de filtragem, difundindo as produções que nos parecem de qualidade superior, procurando não se prender a uma linguagem ou estilo específico, mas a riqueza da criação musical. Valorizamos neste programa a distribuição da informação como bem social e, portanto, sem valor comercial, mas de valor fundamental para o usufruto de uma cultura efetivamente PARATODOS; músicas livres para serem baixadas e distribuídas sem a limitação imposta à informação como mercadoria, com seus direitos abertos gratuitamente.

amadeuz, márcio black

ELECTROJAZZ

Pesquisa e difusão do Jazz combinado com outras linguagens musicais, assim como a experimentação e às grandes misturas da música contemporânea.
A geografia de uma transregião musical, produto de uma pesquisa permanente, estudando e tocando o jazz contemporâneo com suas fusões com o groove do funk e atualmente com todo universo do eletrônico, dub, hip hop, eletroacústica, música étnica e toda uma PROFUSÃO de linguagens musicais que acabam por se reintegrar no que alguns denominam ElectroJazz.

Na verdade o termo é apenas um alvo (tag) para um fenômeno musical (chamado por outros de nu-jazz/novo jazz, mas que em alguns momentos diferencia-se do “electro” por aproximar-se da bossa nova e temas entendidos como lounge e raramente serem músicos, mas sim dj’s ou produtores). Os músicos e produtores chamados de electrojazz guardam pra si influências maiores do techno, hip hop, drum and bass, jungle e mesmo do dub.

É Jazz por que guarda em sua base uma linguagem do improviso e experimentalismos (além do uso habitual de formações e instrumentos de grupos de jazz associadas às produções digitais, samplers etc). Entendemos esse fenômeno ou cenário musical como uma continuidade da explosão da fusion dentro do jazz no final dos 60, acrescido do universo da música de DJs e produtores numa realidade mais transversal. Tão transversal que o horizonte que se tem (também) vai na direção das quebras das fronteiras “borders” da música, ou de uma autêntica convergência e fusão sonora (analógico-digital, mecânica-eletrônica).

amadeuz

ESTÉTICA T3RC3IRO MUNDO

Serie de programas produzidos pelo percussionista Cassiano denominado Estética Terceiro Mundo que tem por objetivo tratar de jazz, musica eletrônica e world music. E os pontos de intersecção desses três gêneros musicais. Através da audição de grandes nomes da musica mundial que inicialmente fundiram os sons de culturas tradicionais com o jazz e a música pop, e alguns nomes que, no século 21, também levantam essa bandeira.

cassiano

ELETROACÚSTICA

(Série produzida entre 2005 e 2007)

A dificuldade em definir a música eletroacústica denota sua riqueza. Como se trata de uma modalidade sempre em construção, acredito que não seria conveniente tentar uma definição “fechada”.
A música eletroacústica não coloca foco especial sobre os intérpretes — embora eles estejam presentes pilotando a difusão —, trata-se de uma escuta menos comprometida com o olhar — escuta “acusmática”. Outros termos têm sido usados como, por exemplo, a retomada da expressão “música concreta”. Mas aqui no programa eletroacústica, na dada rádio , reutilizamos o termo buscando resignificá-lo, cartografando as manifestações musicais contemporâneas na maioria de suas vertentes, em busca menos de convergências do que divergências. Buscando pontos de transfiguração e montagem de sons destituídos de seus gestos reelaborados. Esquecendo os eixos horizontais e verticais da música tradicional, indo ali onde é inventado um campo de possibilidades, onde o espaço expressivo, definido pelo âmbito e pela extensão, será preenchido sem estar necessariamente submetido à lógica das texturas vocais/instrumentais, ali, onde os eixos desaparecem ou perdem eficácia.
Por isso, aproximamos em importância
pierre schaeffer de aphex twin , iannis xenakis de kronos quartet , luigi russolo de merzbow , john cage de todos e muitos outros…e por aí vai. todos com a mesma postura/atitude em relação à música. música eletroacústica. música insurgente contemporânea. miríades de possibilidades e acontecimentos.

márcio black

ANO ZERO

(série produzida entre 2007 e 2008)

Série dedicada a música eletrônica e experimental contemporâneas, assim como, ao rock n’ roll nas suas mais diversas manifestações.

márcio black

ALEATORIOUS

Programas aleatoriamente gravados no espaço-tempo dada por personagens e seres inomináveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *